06
jun, 2017

O Alaska do grande urso pardo

O Alaska é um destino procurado principalmente para a caçada do grande urso pardo, o “brown bear”. Já que o assunto é urso no Alaska, convém esclarecer uma pequena confusão,  bastante comum, entre o urso pardo, o urso “grizzly” e o urso pardo de Kodiak. De fato eles são da mesma espécie – “Ursus articus”. A cor do pardo e seu maior tamanho em relação ao “grizzly” é consequência das regiões onde habita.

O “grizzly” habita a região norte e as interioranas do Alaska e o pardo habita a faixa costeira sul onde o clima é mais ameno, a vegetação á mais abundante e a temporada do salmão fornece uma alimentação rica em proteínas, contribuindo para um maior crescimento.

Já ursos pardos da ilha de Kodiac são classificados como uma sub especie do “Ursus articus”. Por terem vivido isolados dos demais ursos do continente  por 12.000 anos, desde a última idade do gelo, eles desenvolveram algumas diferenças na forma do crânio em relação a seus “parentes” do continente.

É importante saber que, nos EUA, a caça e a pesca são regulados diferentemente por cada estado através de um departamento estadual de caça e pesca – “Department of Fish and Game”. O site do departamento do Alaska – https://www.adfg.alaska.gov/index.cfm?adfg=hunting.main – esclarece todos os passos necessários para que os caçadores estrangeiros possam programar sua viagem, inclusive adquirir sua licença de caça e os lacres – “tags”.

Outro ponto importante é que não se deve esperar suporte por parte de seu guia – “outfitter” – no aeroporto de chegada nos EUA. Provavelmente o seu  guia irá encontrá-lo na última cidade antes de sua decolagem para a área de  acampamento. Portanto, esteja preparado para se virar sozinho até chegar lá! Não é complicado embarcar e desembarcar com sua(s) arma(s) desde que toda a documentação esteja em ordem e a mão.

A licença para um “não imigrante estrangeiro” (NIA) transportar armas para atividade de caça ou de competição de tiro é obtida junto ao Bureau of Alcohol, Tobacco, Firearms and Explosives – ATF. O interessado deve preencher o formulário ATF F 6NIA e enviá-lo conforme instruções obtidas no site www.atf.gov.   

Para o preenchimento do formulário vai ser necessário estar de posse da licença anual de caça, esta pode ser obtida no site do “Alaska Department of Fish and Game” – https://www.adfg.alaska.gov/Store/ . Após aprovado, este formulário é devolvido com um carimbo numérico e passa a ser sua permissão para transportar a arma. O ideal é dar entrada no formulário ATF F 6NIA com vários meses de antecedência. Existem restrições quanto ao comprimento total dos rifles, ele deve ser superior a 26 polegadas (65cm) e o comprimento do cano não pode ser inferior a 16 polegadas (40cm).

Lembre de levar algumas cópias da permissão de transporte de arma e da licença anual de caça consigo e colocar outras junto com a arma dentro do case. Cuidado com escalas no Canadá.

Para a caça do urso pardo o “não imigrante estrangeiro” necessita estar acompanhado de um guia e deverá estar com a licença de caça e o lacre – “tag  – (necessário para animais de maior porte). Estes lacres – “tags” – podem ser comprados localmente em lojas de caça e pesca ou “on-line”, neste caso o  Departamento de Caça e Pesca enviará os lacres – “tags” pelo correio. Eles são de cores variadas, metálicos e numerados. Devem ser fixados no couro do troféu imediatamente após o abate e permanecer até a exportação. É ilegal caçar “big game” sem a posse do lacre – “tag”.

O valor da licença de caça e dos lacres – “tags” – é definido anualmente. Em 2020, a licença anual de caça foi de USD 630, e os preços dos lacres – “tags” variaram por animal segundo a tabela:
“Lista de preços 2020 do ADFG”


A região da península é bastante procurada para a caça do urso pardo, nela se destaca o Parque Nacional do Katmai, uma área muito interessante já que permaneceu por 10 anos fechada para caça do urso pardo e foi reaberta
 em 2015.

A região do Lake Kirschner fica a uns 120km a nordeste do Katmai. Já houve registro de pardos de 10pés na área, que aliás é repleta de belas paisagens, sendo possível contemplar, mesmo a 25Km de distância, o vulcão Augustine e sua cratera fumegando a mais de 1200 metros de altura.

É importante selecionar um bom “outfitter” e definir um contrato prevendo a possibilidade de insucesso para a caçada. Assim como no Taymir e Kamchatka, a caçada é feita em áreas abertas não sendo possível garantir o sucesso.

Os caçadores que vão para a Península costumam decolar para seus acampamentos a partir de Kenai ou Soldotna. Não existem aeroportos internacionais nessas pequenas cidades, o mais usual é chegar pelo aeroporto de Anchorage. Conforme a época do ano, pode ser possível encontrar vôos para Kenai no mesmo   aeroporto. O trajeto por avião é bastante turbulento, pelo menos no outono, uma outra opção pode ser alugar um carro no aeroporto de Anchorage e devolvê-lo em Kenai. A estrada é considerada uma das mais bonitas e nesse período não costuma nevar com intensidade.

Existem excelentes hotéis em Kenai e Soldotna, ainda é possível hospedar-se junto aos operadores dos vôos locais. A vantagem de ficar na cidade é a  proximidade ao comércio e restaurantes, as instalações dos operadores de vôo costumam ser distantes da cidade e a decolagem pode atrasar dias. Não esqueça: a condição climática é o fator de decisão preponderante em qualquer planejamento no Alaska!

O acesso às áreas de acampamento da península é realizado por avião. A decolagem não acontece se houver tempo ruim ao longo  do trajeto. NÃO VAI ADIANTAR ESTRESSAR será necessário esperar uma “janela de vôo” que permita ao avião ir e voltar.  Dependendo do tamanho da aeronave, não será possível transportar as armas nos “cases” duros. É bom verificar com  seu outfitter a necessidade de levar cases macios.

Tenha expectativa de encontrar um acampamento montado com barracas árticas. As vezes é possível tomar um banho com água quente. A água esfria rapidamente no banho de  balde, por isso normalmente a água quente é colocada em um cilindro que a conserva aquecida por mais tempo. Basta acionar uma bomba para dar pressão suficiente para tomar seu banho com uma pequena mangueira. Mas ainda assim é preciso coragem porque o seu chuveiro provavelmente vai estar ao ar livre.

No Katmai, o perímetro do acampamento tem que ser fechado por uma cerca elétrica, que aliás é bem pequena e não passa muita confiança. Os cuidados com o meio ambiente são muito rigorosos,

Não deixe de levar um saco de dormir capaz de lhe dar conforto para temperaturas negativas! Sua barraca pode não ter aquecimento e você não vai querer passar a noite toda com frio “pedalando bicicleta”. Se for no outono, é essencial  que suas botas sejam à prova de água. Sua mochila deve ser grande suficiente para  permitir transportar uma capa de chuva de boa qualidade, agasalhos, binóculo, comida e água. Prepare-se para andar bastante. Na região do Lake Kirschner, os postos de observação – PO – vão estar no alto das encostas, as subidas e paisagens são de tirar o fôlego.

No Parque Nacional do Katmai, é recomendado levar uma arma curta de grosso calibre, além do rifle para proteção. Um .500 com cano inferior a 6” é uma opção segura. Essa arma curta pode ir no mesmo case do rifle e deve ser prevista no formulário do ATF. Verifique essa necessidade com seu “outfitter”.

Os ursos possuem o olfato super apurado, segundo os guias locais eles ficam em pé para ampliar o alcance do sentido do olfato. Por essa razão alguns guias preferem ocupar postos de observação – PO – a partir dos quais monitoram extensas áreas e, assim, limitar os deslocamentos  às vias de ligação acampamento base – PO, de forma a não espalhar cheiro na área.

Prepare-se para passar bastante tempo com o binóculo vasculhando encostas por pequeno os pontos marrons (glassing)! Por isso é importante conduzir binóculo de médio a grande porte de boa qualidade e uma pequena esteira térmica para não sentar diretamente no chão. Normalmente o guia conduz também um “spotter” de grande potência, se o animal for compensador será iniciada a perseguição.

Em razão da possibilidade de passar longos períodos de observação em um PO, é importante conduzir material para proteção contra a chuva de boa qualidade.

Notícias, artigos e blogs de viagens

© CCTRB. All rights reserved. Powered by TDA Design.